“Paula Calisto” JANS: Paixão pelas coisas e artes da natureza

GRI_4738

Porquê JANS? Porquê coroado 
por uma rosa?
Nas terras do Norte Alentejano, na Barca da Amieira encontra-se hoje a Herdade das Jans.
Conta a lenda que a barca da Amieira que costumava transportar os passageiros para a margem esquerda do Tejo, terá transportado, também, o corpo da Rainha Santa Isabel, mulher de D. Diniz, conhecida pelo milagre das rosas.
Falecida em Estremoz e sepultada em Coimbra, ela terá sido conduzida pelo caminho que ia desde a Amieira até à margem do Tejo, nessa barca, trajando um vestido de linho fino tecido pelas JANS – nome dado às mulheres invisíveis que fiavam um linho muito fino e sem nós. Outra lenda da região conta que, quem quisesse uma peça tecida por estas fadas, teria de deixar de noite o linho e um bolo de farinha de trigo a cozer na lareira
Terminado o trabalho, estas desapareciam misteriosamente, levando consigo o bolo e deixando a peça tecida.